Buscar
  • Júlia Lee

Porto seguro


Sentirei saudades das luzes amareladas que refletem as paredes rosadas de meu porto seguro.

O barco parte sabendo que irá encontrar águas turbulentas pela viagem. Me questiono sobre meus privilégios com o amargo na boca que o medo impõe sobre meu estômago, deixarei para trás as frases esquizofrênicas que ecoam nas paredes da memória.

Será que os gritos um dia virarão paredes brancas de um novo hospício?

#doceviagem #poesiaemprosa #poesiamarginal #contracultura

apoie
No Brasil de Jair Bolsonaro, com a ascensão da censura e ataques recorrentes à mídia, o jornalismo independente se torna mais importante do que nunca. Não podemos nos calar.
Para isso, precisamos de você! Apoie o Jornal Metamorfose, jornalismo combativo e independente.
 
APOIE O JM!