Buscar
  • Nonô Noleto

Quando se sequestra sonhos…


Artigo

Foto em protesto contra a Ditadura Militar, em São Paulo. Por Júlia Lee

Nos finais de tarde, nas minhas casas de infância, em Iporá ou na Fama, em Goiânia, sempre que reunido com a filharada - onze dos 15 ou 16 que vingaram -, meu pai sempre nos dizia: "A maior herança que um pai pode deixar pra um filho é o estudo!" E ele sabia o que falava. Órfão de pai aos dois anos de idade e de mãe aos 12, o velho Lorim gostava de apresentar sua enorme prole como se fosse esta a sua grande fortuna.

Lorim fora garimpeiro, músico, navegador do Araguaia, mecânico, vendedor de lojas de "secos e molhados". Veio pra Capital em busca de ensino público e gratuito pra filharada e aqui virou fiscal do Estado. Mas, chegando aos 60 anos, mesmo com todas as dificuldades de quem só cursara o antigo "Primário", voltou à escola e aos 65 se formou em Direito. Ele sentia no corpo e na alma a sede do saber e o valor da educação.

Meu pai sabia. E hoje todos os pais e mães sabem. Educação é o maior bem que se pode oferecer a um filho e a uma filha para que se torne um cidadão, uma cidadã, gente verdadeiramente de bem. Por isso, nesta quarta, as tintas vermelhas, amarelas, azuis, de todas as cores que costumam pintar o céu ao entardecer, com certeza`vão estar refletidas no chão das ruas das cidades do Brasil. E também de Goiânia.

Poeira vai se levantar da terra batida ou do asfalto porque professores e professoras, mestres e mestras, doutoras e doutores deixam suas salas de aula e saem às ruas, de braços dados com a moçada indignada que não quer mais assistir calada o seqüestro de seu futuro. Hoje, juntos, eles resgatam os sonhos de milhões de pais e mães que, como o velho Lorim, sabem o valor da Educação. O seqüestro de sonhos vai fazer tremer o Brasil!

É a história, meu pai, que começa a ser novamente contada!

Nonô Noleto - Laurenice Noleto Alves, 70 anos, é jornalista aposentada, escritora, artesã licoreira e diretora do Sindicato dos Jornalistas de Goiás.

#protesto #políticainstitucional #conjunturapolítica #JairBolsonaro #cortedegasto #educação #15M

apoie
No Brasil de Jair Bolsonaro, com a ascensão da censura e ataques recorrentes à mídia, o jornalismo independente se torna mais importante do que nunca. Não podemos nos calar.
Para isso, precisamos de você! Apoie o Jornal Metamorfose, jornalismo combativo e independente.
 
APOIE O JM!