• Metamorfose

Mundo novo: revolução canábica

Um país como o Uruguai vive a dualidade do mundo moderno: a luta pelos direitos humanos na política institucionalizada e a comunidade conservadora que vem com uma onda crescente em todo o mundo.

Sabemos que a juventude vem conquistando à passos largos direitos sociais, e a luta pela legalização das drogas já é estudada juntamente com a luta de classes e a morte da periferia negra, o que junta diversas camadas dos movimentos sociais.

Hoje, numa quarta feira cinza - faz 9 graus em boa parte do continente latino americano - temos a notícia de que o Uruguai avança na luta da regularização com a venda da cannabis em farmácias para usuários “recreativos”.

O governo assume a responsabilidade de distribuir para 16 farmácias registradas por 187 pesos (cerca de 20 reais) em 5g.

Apesar do avanço dos direitos canabicos todo o processo da compra é extremamente controlada pelo estado, os usuários irão pegar a planta com cadastro pela digital. Organizado, quiçá num mundo utópico. Meu radar pisca para maracutaias.