• Metamorfose

Doce Reflexo

Há surtos de minha existência que vem com a essência morta dos momentos, eu perco o fôlego, voo em meu buraco negro que chamo de mente.

Tenho me buscado arduamente, como uma cega no deserto, que sente a luz e tem medo de abrir os olhos.

A conexão dos pontos óbvios da realidade me perturbam, pois entendo a opressora realidade. Só me resta aceitar, pois assim largo a insegurança que é a mudança.

Era do crescimento.