• JM

É


O céu azul de inverno é como meu carente coração, limpo de nuvens turbulentas que assombram meu pensar. Espero a chuva desolada em meu triste olhar.

Vou seguir meu caminho em busca do arco-íris, vou ouvir minhas angústias e tentar me encontrar, desse mundo cheio de inseguranças vou apenas evaporar.

Esse ciclo, confuso, me atormenta como as batidas ansiosas de meu fraco coração.

Busco amor simples como beijo ao acordar, e não mais uma decepção.

Gostou do texto?

Com a ascensão do fascismo no Brasil, ataques à mídia se tornaram recorrentes. Documentos perdidos, subnotificação de mortos, censura nos dados sobre queimadas e desmatamento, retirada de direitos duramente conquistados: o contexto da realidade está sendo censurado nos monopólios midiáticos. Venha lutar com a gente! É com seu apoio que conseguimos manter o Jornal Metamorfose no ar. 

Apoie a liberdade de imprensa, ela só é possível com você, caro leitor.