• Júlia Lee

Onda 12'

Poesias em movimento, estaria a vida me tapeando pelas entranhas do profissionalismo? Não me sinto como os seres vibrantes da responsabilidade. Quiçá a prepotência tenha explodido em sincronia, a poesia em prosa me salva do amargor do movimento para as estrelas.


Parece pequeno as interferências pelo mundo da igualdade. Ah, querido papel, sou apenas uma jovem que perambula por até onde as pernas conseguem ir.