• JM

Oficina com Nêgo Henrique e Sabadeira Coró de Pau

Mesmo nos feriados as atividades culturais não param de agitar a cidade de Goiânia. E para quem quer aprender a tocar e não só ficar como espectador, o pessoal do Coró de Pau oferece mais uma grande oportunidade de fazer uma imersão cultural em ritmos e estilos ancestrais.

Nos dias 7 e 8 de setembro a partir das 15h30, a Associação Coró de Pau terá a honra de receber em seu espaço Nego Henrique, o consagrado percussionista da icônica banda Cordel do Fogo Encantado. Serão dois dias de oficina de percussão rítmica para instrumentos como Djembes, Ilús, agogôs, Xequerês, baquetas e alfaias, e congas. A oficina tem vagas ilimitadas e é aberta à toda comunidade goianiense. A colaboração para participação por dia é R$30, e R$ 50 para dois dias. Para solicitar inscrição é necessário entrar em contato por WhatsApp, redes sociais ou e-mail da divulgação da Associação Coró de Pau. Será emitido certificado aos participantes.


Sabadeira PercussivAMEnte



Sábado, dia 8 de setembro também na sede da Associação Coró, será realizada a Sabadeira Coró de Pau 'PercussivAMEnte', com samba de roda do Mestre Alemão, com participação especial de Nego Henrique (Cordel do Fogo Encantado), Rodrigo Kaverna, somados a destacados percussionistas da cena goiana. Atrações da casa farão apresentações, como o Coró Mulher junto com Mana Black, e o Bloco do Coró de Pau junto aos alunos da Oficina de produção percussiva, coordenada por Nego Henrique, finalizando com o show da banda Caboclo Roxo. A contribuição pedida é de R$ 5, e tem a função de financiar as atividades da Associação, gratuitas e abertas à população. A Sabadeira terá início às 20 horas.

Tags:

Gostou do texto?

Com a ascensão do fascismo no Brasil, ataques à mídia se tornaram recorrentes. Documentos perdidos, subnotificação de mortos, censura nos dados sobre queimadas e desmatamento, retirada de direitos duramente conquistados: o contexto da realidade está sendo censurado nos monopólios midiáticos. Venha lutar com a gente! É com seu apoio que conseguimos manter o Jornal Metamorfose no ar. 

Apoie a liberdade de imprensa, ela só é possível com você, caro leitor.