• Júlia Lee

Cinza

Doce Viagem

Sinto a arrogância tomar as análises de minha dor de cabeça, as respirações estão pesadas como a vida. Esta cidade cinzenta e joga cotidianamente o óbvio na cara, será que acostumarei com as dores da verdade?


Vejo as realidades subjetivas em cada esquina deste país-puteiro. Fujo constantemente dessa dura ânsia que corrói meus nervos. Será que percebo que os toques do pulsar em minhas veias?




Gostou do texto?

Com a ascensão do fascismo no Brasil, ataques à mídia se tornaram recorrentes. Documentos perdidos, subnotificação de mortos, censura nos dados sobre queimadas e desmatamento, retirada de direitos duramente conquistados: o contexto da realidade está sendo censurado nos monopólios midiáticos. Venha lutar com a gente! É com seu apoio que conseguimos manter o Jornal Metamorfose no ar. 

Apoie a liberdade de imprensa, ela só é possível com você, caro leitor.