Talismãs

November 11, 2019

Doce Viagem

 

No chão de giz encontro um estrume de sentimentos de um não lugar. Os gritos estridentes se confundem com o caos da cidade. Até a brisa que vem das árvores me atordoam. 

 

As entranhas consomem a merda visceral em qual existimos. Será que faz sentido? Estar aqui consome o resto de alma que ainda me resta na selva de pedras. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

November 23, 2019

November 22, 2019

November 21, 2019

November 19, 2019

November 18, 2019

November 18, 2019

Please reload

Posts Recentes
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Apoie o jornalismo independente e contribua para que o Jornal Metamorfose continue a publicar.

Fale com a gente: sigametamorfose@gmail.com