Um cara na ressaca

November 22, 2019

Botequim Literário do Beck

 

 

Escritor Charles Bukowski pelo artista visual Zapista Zapista

 

 

Amigo boêmio, com licença, não tem como falar de outra coisa nesta segundona senão da ressaca nossa de cada dia. Reflito: só com ressaca o homem é bom.

 

Como é espirituoso o cara depois de beber todas. Se você aí não é chegado a uma birita, vale a ressaca moral, obviamente. Ao camarada que emenda uma bebedeira na outra, sugiro: é preciso – sobretudo – curtir a ressaquinha miserável.

 

Porque só na ressaca o sujeito fica com a alma boa, leve, de gato; no resto da puta da vida, o desgraçado repete um cachorro, bota o rabo entre as pernas, como se fosse um Charles Bukowski sem o talento para a escrita, um Vinícius de Moraes sem a habilidade para galantear.

 

A primeira coisa que vem à mente do homem de ressaca solteiro – como é o caso deste jovem cronista – é pensar em casar-se, ter filhos, constituir uma família, abandonar a vida mundana, amar Deus sobre todas as coisas, cumprir à risca os dez mandamentos, pensamos até em frequentar a igreja, pra você ter uma ideia.

 

Sim, ao acordar naquela manhã de sonhos intranquilos, recheadas a brejas, beques e o escambau a quatro, até o mais vagaba dos hombres cogita a possibilidade de se enfiar um fraque e subir ao altar.

 

Vai dizer que você nunca pensou numa asneira dessas?

 

Porra, na cabeça do homem de ressaca sempre há disponível um altar e um padre segurando uma bíblia à espera da noiva! Agora, se o cara de ressaca for casado aí ele trata de pôr na ponta do lápis todos os planos para mudar de vida.

 

Estabelece como meta a contenção de despesas abrupta – boteco leva qualquer bebum para a vala financeira com assustadora velocidade.

 

E viva as promessas em série, por mais estapafúrdia que ela seja.

 

Todo ressaquiado promete mais do que os prefeitos que vão se candidatar no ano que vem. Acredite: o homem que sente os efeitos tortuosos da ressaca é uma divindade estupenda. Até as piadas infames contra o chefe o cara esquece.

 

Pra você ver: o filha da puta vira fiel, ético, um exemplo de marido. Ninguém é mais carinhoso com a companheira, seja ela uma grande amiga, namorada ou esposa, do que o ressaquiado. Só não leva café na cama para a amada porque não está em condições físicas apropriadas para tal esforço.

 

Inclusive, faz mais uma promessa: nesta semana será mais cineminha a dois, alimentação saudável, exercícios físicos do que o boteco madruga a dentro.

 

Embora hepaticamente debilitado, como ficamos tarado de ressaca. E aproveito o gancho para questionar: por que tanto tesão após aquela bebedeira homérica?

 

É um troço de ficar de pau duro tremendo, rapaz. Causa até espanto.

 

Para fechar esta verborragia ressaquiada, é importante que saibamos que o cara de ressaca é a melhor pessoa do mundo. Não mente, não faz merda (ou ao menos tenta evitar fazê-la). É depois do porre que a bondade do homem se encontra plena. De resto, é um vagabundo profissa.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

November 23, 2019

November 22, 2019

November 21, 2019

November 19, 2019

November 18, 2019

November 18, 2019

Please reload

Posts Recentes
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Apoie o jornalismo independente e contribua para que o Jornal Metamorfose continue a publicar.

Fale com a gente: sigametamorfose@gmail.com