Para as cancerianas, com muito amor

November 8, 2019

Botequim Literário do Beck

 

Já tive duas mulheres de Câncer, melhor, duas mulheres de Câncer me tiveram, me dominaram, fizeram gostoso e bonito.

 

Não falo dessa coisinha broxante cujo status no facebook seria “estamos num relacionamento sério”.

 

Falo da boa e velha foda, meu velho, independentemente da temporada no inferno, como profetizou o poeta vagaba Rimbaud.

 

As duas foram transas convencionais, daquelas que lubrificam o psiquismo, rejuvenescem a vida e revigoram o humor. As duas foram do tipo “quero me perder no teu emaranhado, te abraçar o corpo inteiro”, morrer de amor e me perder em tuas curvas. 

 

Embora meus conhecimentos astrológicos sejam iguais aos de um corintiano sobre seu maior rival, consigo compreender um pouco sobre as cancerianas.

 

E, amigo leitor, de uns tempos pra cá eu me considero uma espécie de guru do mapa astral.

 

Precisasse yo de uma desculpa intelectual, recorreria aos escritores hermanos, que amam pôr zodíaco no trem, digo, no texto, como Robert Arlt.

 

Este vira-lata das letras que vos escreve não precisa ir tão longe, afinal é um pouco complicado sensibilizar alguém nestes tempos em que negras tormentas não nos deixam ver, nem ouvir, nem sentir, nem pensar, levando-nos ao enredo de “Por quem os sinos dobram”, de Hemingway.

 

Sim, eu gosto de te ver, canceriana. Com fome, então, a energia orgástica pode acender um cigarro sem isqueiro, enquanto Something sai no som.

 

Nunca tenha o desleixo de deixar uma canceriana magoada. Pode ser a tua única e última vez. Dê atenção, converse, respeite-a, abrace-a. Se conseguir, cite alguns poemas cretinos que lhe vier à cabeça.

 

Poemas, e não músicas que podem provocar lesões nos tímpanos da moça. E nada dos clichês bukowskianos que extraiu de “Mulheres”, numa sexta-feira à noite em que estava sem grana e com os sentidos tomados pelo famoso pé na bunda.

 

Eu quero é que você me aqueça nas tuas conchinhas astrais, canceriana! 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

November 19, 2019

November 18, 2019

November 18, 2019

November 11, 2019

November 11, 2019

Please reload

Posts Recentes
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Apoie o jornalismo independente e contribua para que o Jornal Metamorfose continue a publicar.

Fale com a gente: sigametamorfose@gmail.com