• JM

JM contra censura entrevista BNegão

JM contra a censura


APOIE: https://benfeitoria.com/jmcontraacensura


Nessa edição especial da campanha "JM contra a censura", entrevistamos o multiartista BNegão sobre censura na arte, música como objeto transformador e luta pela liberdade dos povos. Confira :)


JM CONTRA A CENSURA


O Jornal Metamorfose lança a campanha “JM contra a censura” para arrecadar 4 mil reais para imprimir e distribuir gratuitamente 1.500 cópias da 1ª edição impressa do jornal, que será sobre a censura em 2020 no Brasil.


É no Brasil de Jair Bolsonaro que a corja que empurrou o país para o precipício de 1964 a 1985 volta ao poder, e nós do JM, não negamos que eles estejam aí. Os fatos são sinais, é uma movimentação constante e sabemos, sentimos, pontuamos que piorará.


Portanto, precisamos reunir os passos que foram dados em prol do autoritarismo que pulsa ódio pelas liberdades e, pior, quer o controle sob a realidade. Reunir os fatos ajuda a sociedade a se preparar para o que virá. Assim como os jornais da chamada imprensa nanica - Lampião da Esquina, O Pasquim, Movimento, Coojornal, Opinião e tantos outros que são narrados no livro “Jornalistas e Revolucionários” do jornalista Bernardo Kucinski -, precisamos marcar a memória coletiva. Através de publicações impressas variadas, zines, revistas, jornais e folhetos conseguimos analisar um tempo histórico.


A iniciativa do Jornal Metamorfose tem como objetivo fazer contraponto sobre a narrativa hegemônica de nosso tempo, se a grande mídia não estampa nas capas cotidianas que Bolsonaro é um fascista autoritário e mentiroso, nós iremos.


DOE: benfeitoria.com/jmcontraacensura


#JMContraACensura

Gostou do texto?

Com a ascensão da censura e ataques recorrentes à mídia, entendemos que o jornalismo independente se torna mais importante do que nunca. Não podemos nos calar.

Por isso precisamos de seu apoio, queride leitor. 

Apoie a mídia independente e ajude o JM a continuar publicando. Só podemos fazer nosso trabalho livre de amarras institucionais pois acreditamos que a imprensa deve se manter autônoma, para isso contamos com sua colaboração.