• JM

JM entrevista EthnoKaos

Cultura

Começamos um novo quadro no jornal, em que entrevistamos artistas independentes. Para começar chamamos o grupo EthnoKaos, que toca rap, trap e música popular indígena


O Jornal Metamorfose lança um quadro novo aqui no Youtube, JM entrevista (por favor deem sugestões de nomes pra esse quadro kkk)! Nesse quadro iremos entrevistar artistas goianos independentes e também de outras regiões do país, por aqui vamos falar de tudo e com todes: arte visual, fotografes, músicos, pintores, sei lá, qualquer tipo de arte!


A ideia é justamente fomentar a arte goiana independente dentro da mídia! :)


E pra começar chamamos o grupo EthnoKaos, que toca rap, trap e música popular indígena. Formado por: Wera MC, Jason Tupã, Karaí Khoga e Rafael Tupã.


Acompanhe o EthnoKaos nas redes:

https://www.instagram.com/wera_trap_g...

https://www.instagram.com/jason_tupi_...

https://www.instagram.com/karai_khoga/

https://www.instagram.com/rafael.gome...


Confira também o EthnoKaos no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCfr7...



APOIE O JM!


Com a ascensão do fascismo no Brasil, ataques à mídia se tornaram recorrentes. Documentos perdidos, subnotificação de mortos, censura nos dados sobre queimadas e desmatamento, retirada de direitos duramente conquistados: o contexto da realidade está sendo censurado nos monopólios midiáticos. Venha lutar com a gente!


É com seu apoio que conseguimos manter o Jornal Metamorfose no ar.

PIX: sigametamorfose@gmail.com


LINK: https://www.catarse.me/jornalmetamorfose


Twitter: @ometamorfose

Instagram: @jornalmetamorfose

Podcast: Rádio Metamorfose

Gostou do texto?

Com a ascensão do fascismo no Brasil, ataques à mídia se tornaram recorrentes. Documentos perdidos, subnotificação de mortos, censura nos dados sobre queimadas e desmatamento, retirada de direitos duramente conquistados: o contexto da realidade está sendo censurado nos monopólios midiáticos. Venha lutar com a gente! É com seu apoio que conseguimos manter o Jornal Metamorfose no ar. 

Apoie a liberdade de imprensa, ela só é possível com você, caro leitor.