• Lays Vieira

Subjetividade, práxis e teoria

Sede de arte

Editora brasileira lança duas potentes biografias sobre a amizade revolucionária de Karl Marx e Friederich Engels; ambos marcaram a cultura e a política do século 19 e todo o pensamento social depois deles

Livros estão disponíveis no site da editora Boitempo. Foto: Reprodução


O ano de 2020 não foi fácil para ninguém. E, assim como nos últimos anos, o contexto sócio-político e cultural brasileiro vem reforçando cada vez mais a candente necessidade de nós, enquanto cidadãos, realizarmos e pautarmos o debate crítico sobre nossa realidade, suas mazelas, suas potencialidades, limites e como melhorá-la. É nessa esteira que editoras como a Boitempo vem lançando obras importantes para os estudos, do público em geral e do mundo acadêmico, ligados a ciências sociais e humanas. Fechando o ano de 2020, aproveitando as comemorações dos duzentos anos de nascimento de Friederich Engels, e talvez como uma celebração da amizade desses dois grandes pensadores, a editora lançou “Friedrich Engels: uma biografia”, de Gustav Mayer, e Karl Marx: uma biografia, de José Paulo Netto.


O jornalista e historiador alemão Gustav Mayer permaneceu praticamente inédito em nossas terras até a referida publicação. Esta é fruto de pesquisas de mais de trinta anos. Inédito também era o estudo sistemático da vida e das obras de Engels até o lançamento do primeiro tomo resultante das pesquisas de Mayer. Com isenção, dedicação, rigor científico e paixão, Mayer examinou farta documentação e disso resultou a obra em dois tomos, o primeiro datando sua publicação de 1919 e o segundo de 1932. Mas, vale ressaltar que a edição da Boitempo é a tradução da versão condensada, com chancela do próprio Mayer, publicada em 1934 (os primeiros onze capítulos da edição correspondem ao primeiro tomo e do doze ao vinte e quatro temos o segundo tomo).


Para além das obras e do contexto político e social onde Engels se inseria, Mayer faz questão de destacar o homem e o político, muito mais do que o teórico, sua sincera e determinante solidariedade e amizade com Marx, a sua transcendência quanto às suas determinações originais de classe. O revolucionário firme e experiente no aconselhamento dos mais jovens, que ao longo dos anos ampliou seus interesses científicos, de discussões sobre a família ao cenário político nas periferias europeias, estratégias de ação bélica, etc. Mas, o principal: Mayer destaca a luz própria e a grandeza desse intelectual que, junto ao grande amigo e camarada, marcaram a cultura e a política do século XIX e todo o pensamento social depois deles.


Assim como Engels, Marx não é em si um teórico do socialismo e/ou comunismo, ele é muito mais um teórico do capitalismo, dedicando toda a sua vida a entendê-lo para superá-lo. Parafraseando vulgarmente David Riazanov: dificilmente existirá na história mundial outra figura que reúna em uma unidade harmoniosa e genial o pensamento teórico e a compreensão do mundo burguês com a fome incontrolável de superar essa forma de exploração do homem pelo homem.


O aclamado professor José Paulo Netto apresenta nessa obra não a, mas uma das biografias de Marx (porém, a mais ampla publicada até o momento no Brasil), com um cuidado de rigor e pesquisas documentais impressionantes, digno do seu biografado, que até hoje carrega diversos opositores, mas que qualquer um desses, se sério de verdade (cientificamente), sabe que não pode ignorar nem a ele nem ao seu método.


Apesar da presença do marxismo no Brasil já ser longeva, ele demorou a se firmar, especialmente no mundo acadêmico e, atualmente, enfrenta ataques ideológicos diários com a extrema direita que se assentou no executivo, o que dá mais peso e importância ao projeto de Netto e da Boitempo.


A biografia em questão, assim como a que citamos sobre seu grande amigo Engels, foca no homem que marcou o mundo, relações pessoais e familiares, a presença marcante em momentos históricos como na Comuna de Paris, complexidade e diversidade de sua obra e sua leitura sobre as grandes transformações econômicas, políticas, sociais, culturais e tecnológicas resultantes da imposição e consolidação do modo de produção capitalista.


O livro de Netto possui oito capítulos, mas totaliza oitocentas e treze páginas, já que o leitor também encontrará introdução, epílogo, duzentas e cinco páginas de notas, material iconográfico e índice onomástico. Nas palavras do próprio autor, e logo o leitor perceberá isso: é um livro que se propõe simples, mas sem simplismos; não foi escrito para intelectuais sofisticados, mas também não se constitui como obra de rápida leitura, para os apressados. É um livro que precisa de interesse e mínima instrução (assim como colocava o próprio Marx: o caminho do conhecimento não é fácil).


A obra não é apenas um relato cronológico, o seu foco acompanha o processo de construção da teoria marxiana (uma teoria em movimento, em constante desenvolvimento, assim como o movimento real do objeto estudado) e contextualizada historicamente. Teoria esta que não se separa da vida, não só de Marx, mas também de Engels, e sua obra. Inseparáveis a partir de 1844, mas cada qual com sua autonomia intelectual própria.


A publicação dessas duas biografias não apenas contribui e infla as discussões sobre exploração, opressão, alienação e transformação, mas também podem ser lidas como um ato de resistência frente ao autoritarismo que se espalha pelo Brasil e pelo mundo.


Livro "Friedrich Engels: uma biografia"

Autor: Gustav Mayer

Tradutor: Pedro Davoglio

Preço: R$ 53,56

Editora: Boitempo


Livro "Karl Marx: uma biografia"

Autor: José Paulo Netto

Preço: R$ 76,00

Editora: Boitempo

Gostou do texto?

Com a ascensão da censura e ataques recorrentes à mídia, entendemos que o jornalismo independente se torna mais importante do que nunca. Não podemos nos calar.
Por isso precisamos de seu apoio, queride leitor. 
Apoie a mídia independente e ajude o JM a continuar publicando. Só podemos fazer nosso trabalho livre de amarras institucionais pois acreditamos que a imprensa deve se manter autônoma, para isso contamos com sua colaboração.  Você pode apoiar mandando uma doação para o PIX do jornal: sigametamorfose@gmail.com